domingo, 4 de março de 2018

Natal na Estrada!!!

Era noite de Natal, a lua estava toda majestosa no céu, enquanto a admirava fazia uma retrospectiva de tantos momentos vividos nesse ano, tantos pensamentos, ideias, momentos, tantos passos dados, conquistas, alegrias, tristezas...
E me alegrei em ver o quanto aprendi e evoluí esse ano.



Fiquei horas no aeroporto aguardando o vôo e presenciando muitas demonstrações sinceras entre chegadas e partidas, lágrimas e sorrisos, reencontros e despedidas. E fiquei pensando em como a vida é surpreendente, em como ela sempre está se renovando, nos tirando da zona de conforto, mudando pra que a gente se movimente junto com ela e mude também.

Esperar muitas vezes é uma tarefa árdua e eu particularmente não sou muito boa nisso, mas nesse dia eu não tinha alternativa.
Comprei um café, peguei um livro pra tentar me ocupar até às 3 da manhã, hora e outra fechava pra observar o que acontecia ao meu redor, estava feliz e em paz.

Ali bem na minha frente avisto um senhor com sua barba grande e branca, vestindo vermelho, era o Papai Noel voltando pra casa depois de ter cumprido a missão na noite de Natal, fiquei tão feliz de vê-lo ali, que parecia uma criança!
Ele aparentava estar cansado, mas volta e meia acenava pra uma criança que vidrava seus olhinhos brilhosos nele como quem não acreditasse no que via. Fiquei imaginando que ele devia estar louco pra chegar em casa e ficar com a sua família. Será que ele tinha uma família?! 

Pegamos o mesmo vôo e a maioria dos adultos ficavam felizes em vê-lo ali. 

O que era interessante por que eu via nos olhos dessas pessoas a mesma felicidade que eu senti quando o vi, e isso me chamou atenção pra um fato:

A criança que habita em você, como ela anda?
O que você tem feito pra alegrá-la? 
Quais os sonhos dela?
Ela se orgulharia do adulto que você se tornou?

Reflitam sobre isso.

Temos muito o que aprender com as crianças mas principalmente aprender sobre a pureza de olhar, comece fazendo isso com você mesmo, se olhe com pureza, com amor, respeito... 
Alimente coisas que te alegram, que te deixam em paz consigo mesmo.

Muito se fala sobre viver na essência e na minha humilde opnião viver na essência é recuperar a alegria inocente, é alegrar a sua criança interior,  buscar realizar seus sonhos e resgatar seus valores.
.
Eu não preguei o olho nesse viagem e estava exausta mas fui agraciada por um incrível nascer do sol que iluminou minha alma... 

Ali estava minha criança interior estonteante por estar voando com o Papai Noel, por estar vendo o nascer do sol lá de cima das nuvens, por estar buscando realizar meus sonhos, e com um sorriso de orelha a orelha por estar indo pra Praia tomar banho de mar...


E a viagem estava apenas começando.

O olho brilhando e o coração cheio de Gratidão!!!


0 comentários:

Postar um comentário

Não se esqueça de comentar esse post!

Sobre o quê você quer ler hoje?