terça-feira, 19 de dezembro de 2017

O DESPERTAR - JALAPÃO ÚLTIMO DIA

Acordei mais feliz que ontem, ouvindo um reggae bem de boas!!!
Antes mesmo de partir já estava morrendo de saudades.

Eu queria muito conhecer o Jalapão e já tinha planejado outras vezes e nunca dava certo, mas como eu digo, tudo acontece na hora certa e essa foi a melhor hora. Tenho certeza que esse era o momento, que se eu viesse antes não teria sido tão especial como foi agora.
Essa viagem foi um reencontro comigo mesma. A Poli feliz, animada, engraçada, que faz amizade facilmente, que sorri de tudo, até dos perrengues, que não tem medo do novo, que se arrisca. A Poli que se permite, sem timidez, sem pudor, sem frescura. A Poli segura de si.
 Toda a magia que envolve esse lugar me conectou comigo mesma. Foi com os pés no chão, sentindo a energia da terra, mergulhando nas àguas do Jalapão, olhando o céu estrelado, admirando a natureza, respirando ar puro que eu me achei, achei o fio solto e me reconectei.

O universo me deu um presente, eu tinha que estar naquela viagem, com aquelas pessoas, naquele lugar, exatamente naquela data, porque ali eu recomeçaria da melhor forma possível.
Não se assustem se ouvirem falar que o Saci Pererê tá passando, que lá vivem Duendes, que tem um Rio das Fadas, que o Jalapão tem um coração, que você pode ver a Aurora Boreal, por que lá, meus amores, tudo é possível!!!
Precisei sentir toda a magia que envolve esse lugar pra entender tudo que ainda estava confuso na minha cabeça, ali no Jalapão eu me permitiria ser eu mesma de novo,sem medo, sem inseguranças,me entregando ao momento, vivendo o hoje, o agora...
Eu tive que sair um pouco do trilho pra crescer, aprender e evoluir.
Agora tá tudo bem, eu tô de volta mais forte que nunca, feliz, inspirada, motivada e consciente que não existem erros, nem acertos e sim experiências, que fazer as coisas com propósito e amor é o que dá sentido a vida.
Meu 'DESPERTAR'  da consciência de que a vida não é cruel com a gente, eu é que fui cruel comigo, eu que me fechei pra tudo que eu acreditava, pra tudo que me fazia bem, eu que permiti que a minha alma ficasse triste, que meu brilho no olhar se apagasse. O DERPERTAR  de que tudo que nos envolve é energia, que a GRATIDÃO  é um exercício diário, que tudo que damos ao outro retorna pra gente e que não é possível ser feliz quando nos desconectamos da nossa essência.


E um texto de @mariannasnts (perfil no Insta) descreveu bem esse momento:

" Enchi meu coração de luz, essa mesma, a do universo. E eu que pensei que ela iria me levar a lugares distantes do mundo, da vida, da galáxia... engano meu. Me levou para um lugar mais surpreendente e onde eu menos esperava: pra dentro de mim.
Percebi que tudo que eu buscava, tudo que eu almejava, a paz desejada não estava fora, nada está fora, muito menos as respostas, elas permanecem bem aqui, dentro de cada ser, dentro de nós."


E a lição que fica:

É que nada nesse mundo vale a pena, quando a gente se perde de si mesmo.
Quando se sentir perdido e confuso, viaje pra dentro de si, medite, reflita... o caminho certo é o que lhe trás paz!
Escolha ser leve vivendo de acordo com a sua essência!


Gratidão, gratidão, gratidão...
Beijo no coração de cada um de vocês.

0 comentários:

Postar um comentário

Não se esqueça de comentar esse post!

Sobre o quê você quer ler hoje?