MAPA DOS SONHOS

Olá meus lindos e lindas!!! O fim do ano se aproxima, é tempo de renovar! Muitas pessoas traçam planos, criam metas pra alcançar seus obje...

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

MAPA DOS SONHOS

Olá meus lindos e lindas!!!

O fim do ano se aproxima, é tempo de renovar! Muitas pessoas traçam planos, criam metas pra alcançar seus objetivos e pra ajudar vocês com isso eu venho falar de uma ferramenta poderosaaaaa... O mapa dos sonhos ...
E foi por meio do curso de Coaching que fiz esse ano numa fase literalmente jogada da BR, desmotivada, sem saber que rumo tomar que o descobri.
Com ele comecei a visualizar melhor o que gostaria de ter na minha vida.

O mapa dos sonhos mudou a minha vida, a partir do momento que defini o que eu queria as mudanças começaram a surgir. Essa ferramenta serve pra todas as áreas da sua 'life', tanto pessoal quanto profissional.

Qual o melhor dia pra fazer o mapa dos sonhos?
- Em um dia que você esteja se sentindo bem.

Então vamos lá, primeira reflitam bem sobre o que vocês querem conseguir nos próximos meses da sua vida, eu aconselho a ser sonhos e desejos a curto prazo.
Peguem uma folha de papel A4 por exemplo, coloque seu nome completo no meio dessa folha e a data de seu nascimento logo abaixo, comece a listar o que você deseja separando por áreas da sua vida, tipo: trabalho, estudos, viagens, vida social, love...  e comece a descrever com detalhes o que desejam, é muito importante que você escreva: 'eu vou', por exemplo: Eu vou ganhar R$ 20.000,00 por mês. Eu vou ser aprovada no concurso Tal. E também aconselho vocês a estipularem data e valores pra tal objetivo, exemplo: Eu vou pra Jeri (Amooo eternamente) no feriado tal e gastar valor X.

O ideal é que fique tudo escrito somente de um lado da folha pra você possa visualizar melhor.

Terminou de fazer seu mapa dos sonhos, coloca em um local que veja sempre, num mural, ou se preferir dentro da sua agenda. Pensamento positivo, fé e atitudes meus amores. Não adianta você listar que deseja passar no vestibular e passar o dia vendo TV e não fazer nada pra que seu objetivo se realize.
O universo vai fazer a sua parte mas você precisa fazer a sua.
Não limitem seus sonhos, não ligue pras pessoas que acham que você sonha alto demais, o sonho é seu e ele pode ser do tamanho que você quiser, se você se dedicar ele vai se realizar.

 E se não realizar?
.
Pode ser que aquilo não era o ideal pra você, ou que demanda mais atitude sua, ou aquilo não te leva ao seu caminho. Aceite e agradeça sempre.

Qual a hora de fazer um novo mapa?
.
Quando você tive realizado 80% dos seus sonhos e objetivos, ou quando você achar que mudou de objetivos e deseja coisas diferentes do que pretendia na época que fez o mapa.
Quando resolver fazer um novo Mapa dos Sonhos, agradeça por tudo que você conseguiu, a gratidão tem um poder enorme e queime o mapa anterior.
.
Não se limitem, sonhem grande, não se conformem com menos do que vocês merecem.
Acreditem e busquem.
Desejo sorte pra vocês pra que cada sonho seja realizado e que vocês assim se conheçam melhor, encontrem o seu propósito nessa vida e que sejam infinitamente felizes!
.
Um beijo meus serumaninhos de luz, aproveitem esse restinho de feriado.
O ano novo tá chegando, é hora de desapegar do velho e buscar novas oportunidades no novo.
2018 vai ser um ano muito especial, cheio de amor, luz, transformações e colheita.
Conectem-se com o seu interior, ouça seu coração e emane boas vibrações!
.
Gratidão sempre!


sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

APRENDENDO A LIDAR COM A ANSIEDADE

Nada, absolutamente nada vem em vão.



Passei por muita coisa durante esses dois anos e muita coisa veio pra me testar, ensinar e me fazer crescer.
Minha vida já estava de ponta a cabeça a algum tempo, eu achava que só tomar remédio ia resolver no começo, mas depois de algum tempo sem grandes resultados eu precisei buscar outros meios.
Busquei ajuda de profissionais pra aprender a lidar com tudo que me angustiava. E por mais que falasse com outras pessoas sobre o assunto, falar com alguém capacitado pra me ajudar e o mais importante, alguém que não ia me julgar era libertador.
Nesse meio tempo, aconteceram muitas mudanças na minha vida, precisei lidar com todas elas e passar por várias situações difíceis, muita coisa ao mesmo tempo, parecia que a vida me testava o tempo inteiro.
E olha que engraçado, o maior motivo do meu stress foi o meu melhor aliado, o meu trabalho.
Nada como a boa e velha rotina de trabalho pra tirar o foco dos problemas.
Eu fui apreendendo a lidar com a minha ansiedade e o trabalho voltou a fluir, organizava e aproveitava melhor o meu tempo. Comecei a buscar coisas que davam prazer, e uma delas me fazia muito bem, caminhada ao ar livre. E aos poucos fui redescobrindo antigas atividades que me deixavam feliz. Comecei a fazer pilates o que me ajudou muito com a respiração, viajei, conheci novas pessoas. Investi em autoconhecimento, experimentei novas atividades, voltei a malhar, descobri a meditação, o healing, voltei a ter mais contato com a natureza e as coisas foram se encaixando novamente de forma bem natural.
Mas claro pessoal que tudo faz parte de um processo, e precisamos viver cada etapa sem pular nenhuma, o uso de remédios tem que ser com indicação médica, então se alguém aqui está passando por isso, faça tudo com orientação, o seu médico vai saber o que é melhor pra você.
É um processo longo, de altos e baixos, de dias bons e dias ruins também, mas eles só duravam 24 horas, é uma luta diária. Eu sou muito ansiosa e não cabe a mim ficar me culpando ou me questionando o tempo inteiro do por que ser assim, eu precisava aprender a lidar com isso e hoje tenho mais consciência disso, às vezes me pego com falta de ar ainda, às vezes fico irritada mas já lido melhor com várias situações.
Aprendi a me respeitar, a reconhecer meus limites e a reparar nos sinais do meu corpo.
A viagem pro Jalapão que falei nos posts anteriores serviu pra me mostrar que eu estava preparada pra viver uma nova fase, que eu estava voltando a ser como antes, que eu só preciso me conectar com a minha essência e investir em qualidade de vida.

Ao longo da vida mudamos muito e estamos sempre em processo de evolução, cabe a nós buscamos evoluir.
Sentimentos ruins são como as ondas, elas se formam, batem na areia e voltam. Observe, permita que que esses sentimentos deêm o seu recado, mas não permita que façam morada.
Permita-se mudar, evoluir, busque o que faz seu coração vibrar, escolha ser feliz apesar de tudo, escolha a paz, escolha ser luz, respira fundo que tudo vai ficar bem, basta você querer!

E como diz Armandinho:
' e a felicidade se encontra nas coisas mais simples da terra.'


Espero poder ajudar com a minha história.

LIÇÃO:
Acredite em você, no seu potencial, busque evoluir, acalme a sua mente, escute o seu coração, observe os sinais do seu corpo, seja resiliente e não se limite.




TODA LIMITAÇÃO TEM ORIGEM NA MENTE (@pazeequilibrio)


Um beijo cheio de luz no coração de vocês meus amores.

No próximo vamos falar de assuntos de muito astral.

A ANSIEDADE CHEGOU E NÃO VEIO SOZINHA

Olá meus queridos!
Juro que pensei muito antes de colocar esse post no Blog, porque me expondo dessa forma muitas pessoas podem me julgar. Mas pensando por um outro lado, de que muita gente passa por isso nos dias de hoje, resolvi arriscar, pra quem sabe inspirar e motivar outras pessoas a lutar contra essa doença que tá cada dia mais comum.
.

Hoje eu venho falar um pouco sobre ANSIEDADE , pra vocês entenderem um pouco melhor os posts anteriores, em que eu falo, em estar de volta mais forte que nunca.
Muita gente acha uma bobagem, outros chamam de frescura, de coisa de gente doida... Outros vem dar receitas como se fosse a coisa mais simples do mundo. 
A ansiedade excessiva é doença e abre portas pra outras doenças psicossomáticas, e eu acredito que ninguém escolhe ficar doente.
Eu não escolhi, por mais que algumas atitudes tenham me levado a isso.
Eu me definia como uma pessoa calma até assumir responsabilidades maiores, coisas normais de uma vida adulta, mas que de alguma forma eu não soube lidar tão bem.
Em um primeiro momento dessa fase era comum trazer trabalho pra casa, dormia pouco e me alimentava mal pra caramba, eu outro momento deixei de trazer trabalho pra casa e eles começaram a acumular nas minhas gavetas, mesas, armários... pareciam minar problemas e eu mal conseguia dormir lembrando de tudo que eu tinha por resolver. Perdia a paciência quase sempre em casa, trabalho, família, amigos, descontava minhas frustrações nas pessoas mais próximas, eu vivia tensa, preocupada, louuucaaa!!!
Eu parecia uma bomba relógio a ponto de explodir a qualquer momento. Ficava tão agoniada olhando pra tudo que eu tinha que resolver que perdia,e ainda perco às vezes o fôlego, e acabava não conseguindo me concentrar em uma só tarefa. Enquanto eu estava fazendo uma, lembrava da outra, e lembrava que precisava fazer uma ligação, lembrava que eu precisava comprar alguma coisa pra casa que tinha acabado... uma cabeça sempre a mil. Nessa loucura toda, eu não tinha tempo pra nada, nem pra reparar nos sinais do meu corpo. A correria do trabalho somada a outras coisas da vida pessoal, me deixou doente. Comecei com uma dor que depois de vários exames sem acusar nada descobri que era psicológica, depois tonturas, irritabilidade, chorava com tudo. Nada estava funcionando bem, mas eu continuava na minha correria, sem conseguir resolver praticamente nada, até que um dia, um sintoma agoniante, UM APERTO NO PEITO E FALTA DE AR... isso foi no final de 2015, estava prestes a viajar e resolvi procurar ajuda, não tinha a menor possibilidade de passar mais um dia sentindo aquela agonia, pensei que estivesse com algo sério no pulmão, coração, sei lá, mas não era nada disso, as palavras do médico não foram muito agradáveis de ouvir, eu diria até que foram bem difíceis. Não é fácil ouvir de um médico que você agora precisa tomar remédios pra controlar a ansiedade e que eu estava com sintomas de depressão leve e síndrome do pânico. Pra mim foi um baque, por que sempre fui muito alto astral, feliz, brincalhona, sorridente, engraçada até. Claro que eu já não me sentia tão assim, mas eu não dava o braço a torcer, não admitia, não aceitava e ficava chateada quando as pessoas falavam que eu estava diferente. Nesse tempo já tinha parado de fazer quase tudo que eu gostava, que me fazia bem, e a alimentação que esteve certinha por um tempo já não era das melhores, vivia sempre cansada, correndo, sem tempo pra nada, reclamava de tudo, com mil caraminholas na cabeça, me afastei de muita gente, e quando "encontrava" tempo, o que por sinal eu tinha sempre mas não sabia aproveitar, só queria ficar no meu quarto, no único lugar que eu me sentia confortável.

Depois de descobrir o que eu tinha e ficar com muito medo de ficar doente no sério mesmo, resolvi me cuidar.
A ansiedade chegou e não veio sozinha, trouxe muita coisa na mala, e antes que se instalassem e tomassem conta da minha vida, decidi pegar o controle de volta, mudar de canal e buscar maneiras de ter mais qualidade de vida.

Não foi e nem é fácil, eu já estava bem habituada a não pensar muito em mim.

Quer saber mais!?

Fique ligado no próximo post.
.
LIÇÃO:
O seu corpo fala, aprenda a ouvi-lo.
Não tenha vergonha de falar o que você está sentindo, procure ajuda, procure se entender pra poder se ajudar.

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

O DESPERTAR - JALAPÃO ÚLTIMO DIA

Acordei mais feliz que ontem, ouvindo um reggae bem de boas!!!
Antes mesmo de partir já estava morrendo de saudades.

Eu queria muito conhecer o Jalapão e já tinha planejado outras vezes e nunca dava certo, mas como eu digo, tudo acontece na hora certa e essa foi a melhor hora. Tenho certeza que esse era o momento, que se eu viesse antes não teria sido tão especial como foi agora.
Essa viagem foi um reencontro comigo mesma. A Poli feliz, animada, engraçada, que faz amizade facilmente, que sorri de tudo, até dos perrengues, que não tem medo do novo, que se arrisca. A Poli que se permite, sem timidez, sem pudor, sem frescura. A Poli segura de si.
 Toda a magia que envolve esse lugar me conectou comigo mesma. Foi com os pés no chão, sentindo a energia da terra, mergulhando nas àguas do Jalapão, olhando o céu estrelado, admirando a natureza, respirando ar puro que eu me achei, achei o fio solto e me reconectei.

O universo me deu um presente, eu tinha que estar naquela viagem, com aquelas pessoas, naquele lugar, exatamente naquela data, porque ali eu recomeçaria da melhor forma possível.
Não se assustem se ouvirem falar que o Saci Pererê tá passando, que lá vivem Duendes, que tem um Rio das Fadas, que o Jalapão tem um coração, que você pode ver a Aurora Boreal, por que lá, meus amores, tudo é possível!!!
Precisei sentir toda a magia que envolve esse lugar pra entender tudo que ainda estava confuso na minha cabeça, ali no Jalapão eu me permitiria ser eu mesma de novo,sem medo, sem inseguranças,me entregando ao momento, vivendo o hoje, o agora...
Eu tive que sair um pouco do trilho pra crescer, aprender e evoluir.
Agora tá tudo bem, eu tô de volta mais forte que nunca, feliz, inspirada, motivada e consciente que não existem erros, nem acertos e sim experiências, que fazer as coisas com propósito e amor é o que dá sentido a vida.
Meu 'DESPERTAR'  da consciência de que a vida não é cruel com a gente, eu é que fui cruel comigo, eu que me fechei pra tudo que eu acreditava, pra tudo que me fazia bem, eu que permiti que a minha alma ficasse triste, que meu brilho no olhar se apagasse. O DERPERTAR  de que tudo que nos envolve é energia, que a GRATIDÃO  é um exercício diário, que tudo que damos ao outro retorna pra gente e que não é possível ser feliz quando nos desconectamos da nossa essência.


E um texto de @mariannasnts (perfil no Insta) descreveu bem esse momento:

" Enchi meu coração de luz, essa mesma, a do universo. E eu que pensei que ela iria me levar a lugares distantes do mundo, da vida, da galáxia... engano meu. Me levou para um lugar mais surpreendente e onde eu menos esperava: pra dentro de mim.
Percebi que tudo que eu buscava, tudo que eu almejava, a paz desejada não estava fora, nada está fora, muito menos as respostas, elas permanecem bem aqui, dentro de cada ser, dentro de nós."


E a lição que fica:

É que nada nesse mundo vale a pena, quando a gente se perde de si mesmo.
Quando se sentir perdido e confuso, viaje pra dentro de si, medite, reflita... o caminho certo é o que lhe trás paz!
Escolha ser leve vivendo de acordo com a sua essência!


Gratidão, gratidão, gratidão...
Beijo no coração de cada um de vocês.

sábado, 16 de dezembro de 2017

A MAGIA DE UM CÉU ESTRELADO - JALAPÃO DIA 2

Quem acordou feliz da vida e apaixonada pelo Jalapão??? 
 Euzinha aqui...
Eu estava tão feliz e conectada com aquela energia que me desconectei total do mundo virtual, eu só queria aproveitar tudo que aquele lugar podia me proporcionar intensamente.
Aquela viagem estava me fazendo bem em todos os aspectos.
Lá estava eu, feliz e de bem com a vida de novo.
Eu já estava nessa vibe de autoconhecimento, buscando mudanças, satisfação pessoal e profissional, lendo livros, fazendo cursos, pesquisando muito sobre tudo relacionado ao bem-estar. Mas nada como uma boa prática pra dar mais sentido as coisas.
E foi lá na Comunidade Mumbuca, que meus olhos brilharam e que meu coração se encheu de amor. Um lugarzinho simples, porém muito, muito especial. Lá eu aprendi muito de Gratidão, do amor ao próximo, do dividir o pouco que tenho.


Fiquei encantada com as pessoas de lá, as crianças, os doces (formiguinha), a lojinha de artesanatos, as casas humildes, o Capim dourado... tudo ali era um conjunto harmônico de amor. E foi isso que eu trouxe desse lugar, amor.
O tempinho que passei com essas pessoas, despertou em mim um desejo de fazer trabalhos voluntários, mesmo que não soubesse ao certo como, ajudar os outros me fazia bem! E eu tinha deixado de lado muita coisa que me fazia bem, por que estava sempre ocupada demais, essa era a minha eterna desculpa pra tudo: (Não tenho tempo!!!), inclusive pra mim! Tinha me fechado em um mundo que só olhava o próprio umbigo, achando que meus problemas eram os maiores do mundo, quando na verdade os meus 'probleminhas' eram muito pequenos diante da realidade de muitas pessoas por aí, as minhas angústias eram criadas e alimentadas por mim mesma, coisas tão simples de resolver que eu insistia em fazê-las grandes e complicadas. Resolvi descomplicar, simples assim!


Mas até chegar a isso eu contei com ajuda de muitas pessoas lindas que Deus colocou no meu caminho.
Nesse dia tudo me encantava, eu me sentia plena de felicidade.
O contato com a água, com a natureza me deixava em estado de êxtase, mas isso tudo por que eu estava 100% ali, só vivendo o momento presente e muito grata por estar viva, por respirar, sentir, ouvir e enxergar!
Olhar o céu de lá me deixou embriagada, boba e me fez repensar muita coisa...
Cada estrelinha daquela tem seu brilho, sua história, seu lugar, assim como nós.
Naquele momento eu também me senti estrela fazendo parte daquele céu...
Em dias nublados elas podem não aparecer, mas elas não desistem, elas voltam com o brilho mais intenso ainda e cheias de encanto.

Eu tinha um universo de possibilidades, um céu de inspiração e muitos sonhos pra realizar.
Eu não desisti, eu voltei, e não aceito e nem mereço ser menos que MUITO FELIZ!


LIÇÃO DO DIA:
Ninguém é tão pobre que nada possa oferecer, e tão rico que não precise de nada.







terça-feira, 12 de dezembro de 2017

UM PARAÍSO NA TERRA - JALAPÃO DIA 1



Viajar é uma das coisas que eu mais amo, mas dessa vez, eu estava precisando de novos ares, me desligar da rotina mesmo, buscar novas experiências, viver coisas novas. Eis que me aparece uma oportunidade, não pensei muito e topei na hora, parecia que tudo conspirava pra que eu estivesse naquele lugar. Tudo certo no trabalho, malas prontas, aquela velha ansiedade pré-viagem que eu amoooo! E lá vamos nós... 
Como já é de praxe eu sempre esqueço alguma coisa, e dessa vez o carregador do celular foi o escolhido, mas como tudo nessa viagem estava fluindo e contribuindo pro meu bem estar, no final foi até bom.
Paramos em Palmas pra dormir e logo no dia seguinte cedo partiríamos pro Jalapão – O pedacinho do céu aqui na terra.
Logo cedo eu já sentia uma vibe diferente, eu estava muito feliz de estar ali, parecia pressentir que aquela viagem seria transformadora, quem me conhece bem vai dizer que eu pressenti mesmo, rs!
A viagem é longa e cansativa mas somos compensados com uma natureza exuberante ao longo do caminho.
Numas das primeiras paradas, na Cachoeira da Velha comecei a sentir o quão especial era tudo ali. Não sabia explicar, ficava sem palavras, a natureza  pura, intacta, o barulho dos pássaros, o ar puro, o barulho das águas... No Jalapão é tudo assim, maravilhoso, de uma beleza, de uma energia que eu só sabia agradecer a Deus por aquele dia, por ter visto e estado em lugares tão lindos e tão especiais. 
Verdadeiras pinturas.
Coisa de Deus!!!
Terminei o dia tão cheia de vida, com o coração transbordando de tanta gratidão, tão energizada que não tinha a mínima possibilidade de não estar com um sorriso de orelha a orelha. Completamente envolvida pela energia contagiante daquele lugar! 
Fui de coração aberto pra que tudo de mais lindo fluísse e pra que tudo que não servia mais se fosse, como quem faz um detox da alma, e foi exatamente assim que me senti logo no primeiro dia, de alma limpa!
E olha que a viagem estava só começando.

Lição do dia: Quando viajamos com um propósito o universo inteiro conspira pra que nosso objetivo seja alcançado. 
Vá de coração aberto, permita-se tentar... você pode se surpreender com o que o novo te reserva!
.
Fiquem ligados nos próximos posts sobre essa viagem Ma-ra-vi-lho-sa!
Beijocas.

domingo, 10 de dezembro de 2017

PRESENTE DO UNIVERSO

Como eu disse na apresentação do Blog, sempre gostei de escrever quando bate aquela inspiração e tal, mas nunca fui de publicar nada que eu escrevia , e já perdi muita coisa legal que escrevi ou filmei, o que me dá uma certa dorzinha no coração.
No começo de 2017, voltei a dar valor a esses insights que eu tenho, e pegava caneta e papel na hora que me vinha uma ideia, e já ia escrevendo tudo que surgia nessa cabecinha aqui. Às vezes, saía  umas coisas legais que dava pra postar, em outras, só ideias de coisas que eu gostaria de fazer, ou viagens, o que futuramente poderia virar um projeto, como esse Blog aqui por exemplo.
Surgiu no meu caminho um curso de Coaching, o que eu considero o momento que Mudei a Chavinha.
Um curso que superou minhas expectativas. Eu estava numa fase literalmente jogada na Br, sem saber que rumo tomar, desmotivada e por mais que tentasse, as coisas não clareavam, não saía do lugar, é como se eu estivesse andando em círculos, andava, andava e voltava ao ponto de partida.
A partir desse curso comecei a buscar tudo que fosse relacionado ao bem estar. Tanto pessoal, profissional, espiritual, mental, físico... E cada descoberta me deixava mais motivada a continuar buscando o meu caminho, o meu propósito.
Apesar de já saber que rumo tomar, a vida me pegou pra teste e como eu sei que nada acontece por acaso, acredito que a vida só queria me mostrar que aquele não era o caminho a seguir, não era o meu caminho, e por mais que tenha sido da forma mais traumatizante da vida, aquele momento me fez acordar!
E acordei com uma oportunidade linda batendo na minha porta. O universo é tão maravilhoso que manda as oportunidades de um jeito que nos chame atenção pra que seja mesmo irrecusável. E a mim essa oportunidade veio em forma de que? Adivinhem???
Viagemmmm ...
Viajar sempre fez meus olhos brilharem e minha alma vibrar, claro que eu não recusaria.
E assim foi.
Parti pra uma viagem rápida que me levaria não só a um paraíso na Terra, mas ao reencontro comigo mesma.
Quer saber que viagem foi essa?
No próximo post vou contar como essa viagem foi transformadora e que paraíso é esse!
Fiquem ligados.

Beijos de Luz!

Sobre o quê você quer ler hoje?